quarta-feira, 28 de outubro de 2009

E agora? É ou não é, responda agora se puder: Ele é bom?

“Compreendemos poucas coisas da vida e a conhecemos na prática. Por que, então, tentar entender a morte, se esta é uma condição que ainda não nos sujeitamos?”

_ Papai, papai, papaizinho...
_ Fala minha flor!
_ Deus existe?
_ Mas que pergunta Clarinha? É óbvio que Deus existe.
_ E ele é bom, papai?
_ Sim Clarinha. Papai do Céu é bom, é lógico que Ele é bom!

Alguns segundos de silêncio. A pequena Clara permaneceu olhando para seu pai que terminava de cozinhar enquanto respondia as indagações de sua princesinha. Quando ela fez mais uma pergunta:

_ Papaizinho do meu coração... Ele sabe de tudo e faz tudo do jeito que ele quer?
_ Faz sim, minha fofa. Ele sabe de tudo e tudo acontece porque é da vontade dele!
_ Ele é bom e sabe de tudo. Papai, por que ele levou a mamãe?

Mais alguns segundos de silêncio. Para a menina apenas segundos, para o pai, uma infinidade. Então ele disse:

_ Clara, sua mãe sempre te amou, cuidou e te educou por pouco tempo, mas tempo suficiente para você sentir-se amada e querida, para você ser educada. Neste período em que ela esteve conosco, ela proporcionou, tanto a você quanto a mim, momentos maravilhosos e dias perfeitos.
Ela cumpriu a missão dela aqui, então Deus, que é bom e sabe de tudo, percebeu isto e diante de toda esta bondade dela decidiu convocá-la para ajudar a cuidar dos anjinhos no céu, deste modo eles poderão sentir-se tão amados como você se sente.


Está chegando o dia de finados, 02 de novembro. Como falar com uma criança sobre esta etapa da vida que nem os adultos compreendem?

O objetivo deste texto não é contestar o valor de Deus e julgá-lo bom ou não, é apenas entender de que forma a morte pode parecer mais sutil para uma criança: foi viajar, está morando em outro lugar distante, ou qualquer outra coisa que se possa dizer.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Festa de um ano!

Depois de muito tempo sem escrever nada aqui, sem inspiração e depois de passar por um processo de afastamento do universo virtual... estou parcialmente de volta.

E nesta semana que o Revolução 29 comemora seu primeiro ano de existência (aproveitando o clima aniversariesco, hoje é aniversário do meu irmão Wilton Roberto e do meu amigo Thiago Alcântara – Parabéns para os dois que completam hoje 19 anos! E parabéns também para minha prima Dircilene que sopra velhinhas amanhã (22/10)...) Continuando, nesta semana que o blog comemora o aniversário de número 1 não almejo fazer festa. Afinal digam-me uma coisa: pra que raios de motivos se faz enormes festas de um aninho quando as crianças, que nem dentes tem para mastigar os docinhos, não vão lembrar do evento? As festas de um ano de idade são meramente eventos sociais para suprir o “ego” dos pais e avós que querem mostrar aquelas criaturinhas pequenininhas que parecem joelho de porco dentro ou fora da feijoada, da forma como você preferir.

Enfim, mas como um ano de blog também não é pouca coisa vou comemorar com algumas postagens que não são minhas. Quer dizer, textos que não são meus, já que as besteiras que vocês leram aqui, até hoje sempre foram de minha autoria (salvo os excertos devidamente referenciados). Por isto, irei dizer de onde tirei o texto, para não falarem que sou antiético.

Pra começar, segue este texto que recebi por meio de e-mail (ridículo isto, né? Por MEIO de e-MAIL) enviado pela minha chefe, que por sua vez recebeu do Lof, que recebeu da Rúbia e daí para trás não faço a menor ideia de quem – estas coisas são assim, depois que passa de um pra outro umas três vezes já não se sabe mais a procedência. Enfim segue o texto cujo assunto era: THE BOOK IS ON THE TABLE ... CULTURA pelo mundo...

“Como o mundo todo já sabe, Brasil sediará a Copa de2014. Como muitos turistas de todo mundo estarão por aqui, é imprescindível o aprendizado de outros idiomas (em particular o inglês) para a melhor comunicação com eles.

Pensando em auxiliar no aprendizado, foi formulada uma solução prática e rápida!

Chegou o sensacional e insuperável curso 'The Book is on the Table', com muitas palavras
que você usará durante a Copa do Mundo de 2014.

Veja como é fácil!!!

a.) Is we in the tape! = É nóis na fita.
b.) Tea with me that I book your face = Chá comigo que eu livro sua cara.
c.) I am more I = Eu sou mais eu.
d.) Do you want a good-good? = Você quer um bom-bom?
e.) Not even come that it doesn't have! = Nem vem que não tem!
f.) She is full of nine o'clock = Ela é cheia de nove horas.
g.) I am completely bald of knowing it. = To careca de saber.
h.) Ooh! I burned my movie! = Oh! Queimei meu filme!
i.) I will wash the mare. = Vou lavar a égua.
j.) Go catch little coconuts! = Vai catar coquinho!
k.) If you run, the beast catches, if you stay the beast eats! = Se correr, o bicho pega, se ficar o bicho come!
l.) Before afternoon than never. = Antes tarde do que nunca.
m.) Take out the little horse from the rain = Tire o cavalinho da chuva.
n.) The cow went to the swamp. = A vaca foi pro brejo!
o.) To give one of John the Armless = Dar uma de João-sem-Braço.

Gostou?
Quer ser poliglota?
Na compra do 'The Book is on the table' você ganha inteiramente grátis o incrível

'The Book is on the table - World version'!!! - Outras línguas:

CHINÊS:

a.) Cabelo sujo: chin-champu
b.)Descalço: chin chinela
c.) Top less: chin-chu-tian
d.) Náufrago: chin-chu-lancha
e.) Pobre: chen luz, chen agua e chen gaz

JAPONÊS

a.) Adivinhador: komosabe
b.) Bicicleta: kasimoto
c.) Fim: saka-bo
d.) Fraco: yono komo
e.) Me roubaram a moto: yonovejo m'yamaha
f.) Meia volta: kasigiro
g.) Se foi: non-ta
h.) Ainda tenho sede: kiro maisagwa

OUTRAS EM INGLÊS:

a.) Banheira giratória: Tina Turner
b.) Indivíduo de bom autocontrole: Auto stop
c.) Copie bem: copyright
d.) Talco para caminhar: walkie talkie

RUSSO

a.) Conjunto de árvores: boshke
b) Inseto: moshka
c.) Cão comendo donut's: Troski maska roska
d.) Piloto: simecaio patatof
e.) Prostituta: Lewinsky
f.) Sogra: storvo

ALEMÃO

a.) Abrir a porta: destranken
b.) Bombardeio: bombascaen
c.) Chuva: gotascaen
d.) Vaso: frask

E não podia faltar a do Renan Barreto: "Suck que é de grape!"

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Um minuto de silêncio

Apenas isto: um minuto de silêncio!
Estamos de luto, as OlimPIADAS serão no Rio.
Poxa, que decadência!

Brincadeira, Parabéns Rio de Janeiro!

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Feliz dia 11 de setembro

Eu sei que 22 é o dobro de 11 e que o dia 11 de setembro já passou, mas como não vou falar de uma data específica, isto não importa. O tema deste texto é a complexidade numérica existente nas datas.

A matemática está presente em tudo. E explica diversas coisas que acontecem. Será?

Vejamos a lógica dos dias. Para começar, falemos de um dia lindo, 09/09/09, só tem nove, visto que zero é nada, se não é nada não existe, se não existe para que usá-lo? Então o dia ficaria escrito apenas 9/9/9, o que geraria problemas com os apocalípticos que teimariam em invertê-lo para formar o número da besta 666.

Outra conspiração numérica é que no dia 11 de setembro fica faltando 111 dias para acabar o ano. A soma algébrica dos algarismos que compõe o número 111 é três, coincide com a soma algébrica de 2001, ano que aconteceu o famoso ataque ao W.T.C., nos E.U.A., ambas siglas com 3 letras.

Outro dia interessante é o dia 29 de novembro, que durante três anos consecutivos é o 333º dia do ano, isto porque tem um ano que ele é o 334º, por causa de outro dia 29, este o de fevereiro, que vira bi (s-sexto) por causa das horas que ficamos devendo por causa do arredondamento.

Os números explicam tudo ou, então existem “loucos” que exageram e forçam a barra para parecer lógico, uma coisa que não tem necessidade de ser explicada. Prefiro acreditar nesta segunda alternativa a ser condicionado à numerologia, astrologia, zoologia, biologia, cartologia, sexologia e tantas outras orgias que existem por ai!

Para quem se perdeu (que nem eu) hoje é dia 22 de setembro e começou as 18 horas e 18 minutos a primavera em nosso hemisfério.

"Sob pó e fuligem os velhos troncos
sucumbem aos pequeninos botões
A prima vida volta e é vera"
Adélia Prado
Que venha o VerãO

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Sobre a terra

Sobre a terra, claridade e luz
Entre você e o céu, imensidão
Entre você e eu, um imenso vão
Apenas duas hastes, cruz

O céu se dista de ti
O brilho dos olhos reluz
Antes que algo aconteça, parti
Partir sem rumo, sem direção
Sobre todos, mesmo nas trevas, luz

domingo, 13 de setembro de 2009

Trem de Minas ao litoral

O trem parte da plataforma da estação e vai
desce a serra rumo ao mar
e um dia volta com areia nos trilhos dormentes
Em cada estação, em cada pedacinho de chão...
Tudo o que eu queria ver, enxerguei
Antes que pudesse olhar superficialmente
O trem que parte do alto e vai descendo para o litoral
O trem de minas de minérios e causos
Vai rumando ao sonho de todo povo mineiro
Tão sonhado de nós roubado continente oceânico

Minas é uma
Minas é Geral
Gerais são os povos
Minas são várias em uma
Em todas as minas
Singular e plural

Minas de cultura mineira
Tem Jequitinhonha que fala nordestino
A região sul que conversa à paulista
A zona da mata que se expressa à carioca

Tem gente lá do leste que é legítimo capixaba
E o “nordiminas” quase sertão de Goiás
Tem um país nesta nação
Em Minas tudo é canção

Minas Gerais de capital com belo pôr de sol
Com um belo horizonte pra quem chega
E para quem parte para o litoral
saudade de minha terra natal

domingo, 6 de setembro de 2009

Deus e o Dinheiro

Parece até provocação, mas não é. O tema da Campanha da Fraternidade (CF) de 2010 será Economia e Vida. Já o lema do próximo ano será: “Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro” (Mt 6,24c).

Com o duelo em rede nacional entre Globo e Record, o acúmulo de tesouros na Terra foi apontado por aquela emissora, criticando o uso de dinheiro proveniente de doações de fiéis de determinada instituição religiosa, que para a Globo é mantenedora e dona da Record e faz uso de “brechas” nas leis, além de supostas fraudes.

Pois bem, esta disputa já está enchendo a paciência dos expectadores da TV aberta ou não, porque o duelo já repercute na internet, jornais, revistas, rádio, microondas, mp3, 4, etc., mas talvez em 2010 esta discussão volte a tona, uma vez que já está definido o lema e lema da CF-2010, e o assunto é “perigoso” na nossa sociedade capitalista: “Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro”, ou seja, não acumulem tesouro na terra (pra não dizer que quem serve ao dinheiro automaticamente é aliado ao outro carinha com D, o demônio).

Enfim, não é provocação, mas...

Em 2010 a campanha será ecumênica. Vamos ver como vai ser a adesão das igrejas. Mas de cara, pelo menos no meu humilde ponto de vista, a campanha apresenta um erro. O VOCÊS do lema dá uma ideia de “ ‘Tô tirando meu corpo fora, sejam vocês!”, talvez, o mais sensato fosse a mudança do trecho bíblico para o seguinte:

“Nós não podemos servir a Deus e ao dinheiro”. Afinal, quando NÓS usamos a primeira pessoa, entende que quem fala está incluso! Deste modo, a frase sai do imperativo e vira um lema mais concreto!

sábado, 5 de setembro de 2009

O tempo

Defini-se o tempo como sendo aquilo que sempre é insuficiente quando nossa vida está boa e que é extremamente lento quando encontramos em uma situação desagradável. Enfim, é relativo. Como tudo que não compreendemos ou não quermos conhecer.

O tempo é composto por três momentos que sintetizam em um instante, o passado. Vive-se o presente no passado, visto que até este texto que foi escrito no presente já não pertence mais a este tempo. O tempo é cruel, segue a lei do movimento, permanece em constante movimento e não para. A inércia afirma que um corpo tende a permanecer em seu estado natural de movimento, parado-parado, movimento-movimento, e o tempo segue, deixando o presente no passado e nunca existe o futuro.

O que posso falar sobre o tempo, puro e simplesmente complexo!

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

A morte do menino lindo

Já ouvi falar que os seres humanos morrem... É natural que haja um ciclo da vida. Primeiro espera-se o parto, nasce, cresce, se reproduz, aprende durante todo este período e mais uma vez espera-se... desta vez, a morte. Mas às vezes este ciclo é quebrado antes da hora (ou não). Aliás, ninguém sabe o momento, mas é tão triste quando alguém parte sem que se espere sua partida... Quando na juventude a pessoa que teria tudo para ter uma bela e longa vida tem seu ciclo rompido. É triste, mas é assim a vida.

Mas o mais estranho deste tipo de morte é que, na maioria das vezes, quem morreu era sempre lindo, não tinha defeitos, era perfeito ou quase... Deste modo, mais do que quando envelhecido ou vítima de uma bala, tiro, soco, bomba, etc. e tal, quem morre naturalmente fica na mente de quem vive como sendo um ser humano ideal, que teve sua vida interrompida de modo cruel e injusto (toda morte é injusta?).

Hoje o menino lindo morreu, mas no mesmo instante uma linda menina partiu. Se os dois vão se encontrar em algum lugar é uma história que não poderei narrar. Eles se foram e deixaram os exemplos de sua curta, mas vivida e aproveitada vida. Porém a beleza do menino lindo, para quem fica, resume-se ao instante de sua nova vida, quando deixou de existir para quem jaz na terra e agora ele busca a perfeição da alma em um tempo e lugar relativo...

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Deus criou o universo? Resposta: Não!

"Quanto mais me elevo, menor eu pareço aos olhos de quem não sabe voar."

Autor Conhecido, mas não consigo escrever corretamente o nome dele

Hoje de manhã perguntaram-me se acredito que Deus tenha criado o universo e tudo que nele há. De impulso, com meus valores e princípios cristãos ocidental, quase respondi imediatamente que sim, mas aí parei para pensar (e olha que eu pensando é uma raridade e, apenas em poucos momentos consigo fazer isto...). Continuando, respondi que não, Deus não criou o universo. Espantados vieram me questionar e discordaram com inúmeros argumentos afirmando que eu estava enganado. Para todos eles, Deus criou tudo. Os argumentos eram tantos, que nem tive a oportunidade de me explicar. De fato, dizer que Deus ou qualquer ser superior tenha criado os céus e terras e tudo que existe, existiu ou vai existir é uma afirmação equivocada e, por que não errada.

Há diversos séculos, filósofos, cientistas, religiosos e leigos tentam, em vão, entender a origem da vida e a questão Deus é um desafio, por comodidade humano, visto que é prático aceitar as convenções modernas acerca de qualquer assunto e não questionar o que é despejado em nossas cabeças.

Voltando ao motivo que me levou a responder que Deus não criou o universo e por conseguinte tudo que nele há, pura e simplesmente por uma questão gramatical: o verbo conjugado em tempo incorreto. Aceitar que Deus criou e pronto acabou é ignorância. Dizer que Deus fez é ledo engano, porque se ele é, como se acredita, a força movedora e criadora de tudo é impossível aceitar ou afirmar que ele tenha parado de criar, até mesmo os artistas quando perdem a inspiração costumam fazendo algo, mesmo que somente rabiscos, o que diria de um Deus que o mundo ocidental julga e crê que é perfeito?

Portanto, se for para acreditar na criação divina é preferível e mais coerente afirmar que Deus não criou nada, ele está criando, em todos os momentos, tudo que existe, já existiu ou existirá. Se o universo está em movimento e tudo que nele existe, em constantes modificações é coerente afirmar que tudo está sendo criado. Pode parecer bobeira e implicância, mas muitas vezes erramos por um verbo mal conjugado. Por isso, de hoje em diante pense duas vezes antes de afirmar que alguém fez algo, pode ser que ainda esteja fazendo...

sábado, 29 de agosto de 2009

2010: toc toc

Daqui a exatos 4 meses estaremos vivendo um tempo de correria. Será aquela semaninha parada entre o natal e as festividades do ano novo.

Já é dia 29 de agosto, logo 2/3 do ano passou e 2009 começa a ficar para trás. Daqui a pouco, portanto, começam as retrospectivas do ano, mas tudo continua como antes, só que chegamos em um nível que as coisas parecem piores...

2010 pede passagem. Ano que vem tem Copa do Mundo, a primeira da África. Terá eleição presidencial. Além de definição dos governadores, dePUTAdos fedarais e estaduais, por fim, mas não menos importantes, de senadores! Aliás você sabe como funciona o mandato destes? Ou sabe por que ora elege-se 2, ora 1? Pois bem... Ainda não sei em quem votar para senador... A vontade, de verdade, é de não votar e convencer uma grande maioria a não fazer, pelo menos para este cargo...

E ano que vem também acontecerão mudanças na vida de cada um, inclusive na minha. Para começar, logo no início do ano terei que escolher e definir um tema para o TCC - Trabalho de Conclusão de Curso e no fim do ano termino a facu... huhu...

Pensando bem... que venha 2010! Vem contudo ano que vem! Até porque prefiro anos pares!

P.S.: Só faltou falar das empresas que "darão" 2010 prêmios...

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Prefixo

Anti-flor
Dissabor
Anti-vida
Florida
Anti-flor
Amor

Pré amar:
Prejudicar
Pró amar:
Pomar/Procurar
Pós amar:
Postar

Amaldiçoar e abençoar:
Amar

domingo, 23 de agosto de 2009

Do velho tempo

Silêncio rima com reflexão
Antes pensava que sim, hoje não
Antes eu era criança
E pensava como um pequeno
Hoje não sou mais garoto,
Mas ainda tenho esperança
E penso, aiatualmente, como um menino

Metrório

Metrô lotado
Bilhete integrado
Orçamento apertado
Supervia ao lado
Estação Vicente de Carvalho
Rio de Janeiro
Zona Norte

Mais algum tempo
Gente apertando
Passando, ficando
Subindo, entrando
Saindo, descendo
Caindo, voltando e indo
Submundo
Caminhos comuns
Sobre trilhos diurnos
Limpos e imundos
Sobre trilhos noturnos

Cidade calor
Viagem metrô
Origem: Botafogo
Destino: Vila Cosmos
Zonas sul
Céu cinzento
Céu azul
Zona norte
Zona morte

Estácio estação
Catete station
Linha 1 fica
Linha 2 ou 1
Sentido Pavuna
Depois do Maracanã
Engenho da Rainha
Depois vem Vicente de Carvalho
Com isso, baldeação
Mudança de linha
Carioca shopping
Avenida Meriti
Longe e perto
Depende de tudo
Depende da referência

Rio
Mar
Favela
Fevereiro
Rio de Janeiro
Complexo de tudo
Rio
Lagoa
Mar
Praia e sol

Feriado, metrô lotado
Bilhete integrado
Trajeto contrário
Metrô Rio
Metrório!

sábado, 22 de agosto de 2009

História de Pedro

Pedro amava muito Vitória e um dia a matou. Foi até a Igreja e fez uma oração. Ele não pediu perdão. Apenas agradeceu a Deus, que é pai e bondoso, por mais um dia de vida e saúde, e por ter conseguido fazer tudo o que queria ter feito naquele dia.

sábado, 15 de agosto de 2009

Quarto de Criança

Um ursinho de pelúcia
Um pequeno herói de brinquedo
No boletim, uma denúncia
Seguro na mão do herói, perco o medo

Robôs e monstros enfeitam o quarto
São mais que adornos
Um sorriso aparece no porta-retratos
O leito sob a janela
O corpo semi-inerte quer se defenestrar

No chão daquele cômodo, brinquedos
Brinquedos de verdade e que despertam medo
Sequela da infância
Simplesmente lembrança
Escondido sobre a cama
Brincando de herói - segredo

Brinquedo brincando comigo
Não estou sozinho
Por isso, com o coração tranquilo, sigo
Afinal, brincar ainda não é pecado
É unicamente carinho
Não me sinto um maior abandonado
Não sei se faz sentido o que eu digo

Pegue meu carrinho debaixo da cama
Antes de apagar a luz e ir
Chegue perto do meu ouvido
Diz boa noite e fala que me ama!

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Ponto de Vista

Eu olhei de novo...
E vi um caos inserido no cosmo
Vi confusão e guerra
Violência e destruição
Fome e peste
Falta d’água, causa sede
Falta d’água, devastação
Vi mãe chorar por filho em velório vazio
Engenheiro ser assaltado por falsos homens da lei
Vi que as leis não são cumpridas

Já vi filho matar pai
E bandido roubar para comprar pão
Assassino pedindo perdão
E o inferno cheio de crianças inocentes
Arremessadas de edifícios ou afogadas
E vi algumas sendo arrastadas
Por vários e vários quarteirões

Vi, pasmem quadrilha de políticos
(não me refiro a presidentes de senado
tava vendo filme, porque eu acredito neles
Por esta razão meu voto é Collorido

Já vi gente mentindo para se dar bem
E gente ficando em situações ruins por mentiras alheias
Só que aí eu olhei de novo
E vi que não estava vendo o passado
Não estava assistindo a um filme
Não tinha poderes, não era o futuro...
Fui olhar novamente e vi
Estava vendo face a face
Estava olhando por um espelho
Um espelho que estava em frente a janela lateral

domingo, 2 de agosto de 2009

Selo

Recebi este selo no dia 02 de agosto da Lih do blog:

http://lih-eu.blogspot.com/; que aliás é um blog supermaneiro e muito interessante - acesse aí!

Três desejos especiais:
Que o mundo tenha paz;
Que o Grêmio seja campeão;
Que os males, pestes, violência parem de fazer vítmas

Três livros perfeitos:
Não verás país algum;
O vendedor de sonhos;
Bíblia

Indique 5 blogs que você acompanha para receberem o selo:
http://ocappuccino.blogspot.com/

http://fabriciohans.blogspot.com/

Cão Selvagem

Poliedro

Rebuscando a Consciência

Obrigada Lih pelo selo, e a todos que comentam e tem lido o Revolução 29!

sábado, 1 de agosto de 2009

Do Canto Escuro do Cântico dos Cânticos – Parte I

_ Retribua-me todo amor que desperdicei com você
Devolva-me cada segundo que perdi ao teu lado
Faz o tempo voltar para um segundo antes de te conhecer
Retornemos ao instante que não deveria ter existido
Faça-me renascer e viva outra história
Saia como um raio da minha memória
Faça um favor a nós dois
Não me dê o desprazer de te rever
Não é tão bom, quanto o que vem depois
Afinal, nunca mais você vai me ter

_ Há meu amado!
Agora quem não quer mais nada sou eu
Eu cresci, amadureci e percebi...
Você não significa nada para mim
Ainda bem que chegou ao fim

_ Além de tudo, tu és ingrata
Tu és mulher amarga e infiel
Quis-me e sempre vai querer-me
Está a chorar por dentro
Minha ausência vai amarga-lhe como fel
Mas não assumi por medo e faz este teatro

_ Não sei o motivo que me levou a amar-te
Acho que um dia, eu fui ingênua e muito infantil
Você sempre interpretou um personagem gentil
E na imaturidade de meu ser fui gostar de ti

_ Infelizmente um dia te amei
Não é fácil gostar de quem trai agente
Se você não gostou, eu odiei
Nossa relação nunca existiu
Era superficial de mais para dizer que existia

_ Se você acredita que a relação não existiu
Eu terei que concordar
Duas pessoas estão juntas quando se amam
Não existe relacionamento em que só um quer

_ Vá com Deus minha ex-amada
Não quero continuar discutindo
Segue teu caminho rumo ao inferno
Vá para frente e não se lembre de mim

_ Na minha recordação você não existe
Aquilo ou aquele que passa na nossa vida
Mas não significa nada não pode ser lembrado
Como posso lembrar-me daquilo que não existiu?

quinta-feira, 30 de julho de 2009

A Relação Distorcida da Comunicação com o Meio Ambiente

“Só existem dois dias do ano em que não podemos fazer nada. O ontem e o amanhã.”
Mahatma Gandhi

Nas últimas décadas o apelo da mídia para a conscientização das pessoas sobre as consequências desastrosas às quais o próprio ser humano está se sujeitando ao destruir seu meio ambiente está crescendo como nunca. Junto a esta intimação de criar soluções para os problemas já existentes e minimizar ou eliminar a criação de novos para as gerações futuras resolverem, os veículos de comunicação vêm empregando artifícios estratégicos bastante eficazes: emocional, racional, e até mesmo o “culpacional”, quer dizer, utilizam do sentimento de culpa para exercerem uma coerção psicológica sobre os demais indivíduos do sistema.

Sobre os problemas ambientais, alguns canais de comunicação utilizam uma expressão, talvez errônea: “a culpa é de todos nós!” Não que eu esteja querendo tirar a responsabilidade das pessoas em geral, mas é evidente que quem mais polui, destrói e acaba com as condições do planeta são as nações industrializadas; mostrando desta forma um caráter antiético da comunicação, o de encobrir ou minimizar, maquiando a realidade e principalmente os problemas para conquistar algum interesse particular.

Nos dias atuais, pode-se sentir na pele o desconforto causado pelas mudanças climáticas. Os pesquisadores e cientistas alertam, o efeito estufa também, este, aliás, não se manisfeta por palavras que possam ser expressas, e sim por reações diversas e adversas, que fazem o homem sofrer e, talvez parar para pensar. Partindo deste princípio, os meios de comunicação utilizam a inversão ideológica, ou seja, tomam o resultado como se fosse o seu começo, transmitindo assim, as consequências como causas dos males presentes e futuros.

Retornando à questão da culpa, outro erro que pode ser cometido pelas pessoas é a tentativa de encontrar culpados. Em virtude desta situação pode surgir como consequência um dos maiores males, a suposição de que a solução do problema não cabe a elas; ou que não tenham sequer uma parcela de culpa. Ou ficam ainda projetando belas ações que não são executadas de forma eficaz. Ou pior ainda, pensam que somente suas atitudes não podem mudar o mundo.

Para compreender melhor a relação: meio ambiente e comunicação é interessante entender melhor o significado de comunicação, pois o de meio ambiente já é quase natural na espécie humana. O termo comunicação pode ser definido como sendo o processo de emissão, transmissão e recepção de mensagem. E para se falar sobre comunicação e meio ambiente é mais do que preciso o conhecimento deste sistema: emissor, informação (mensagem a ser transmitida) e receptor. O emissor deve se preocupar em emitir as ideias de forma clara e que atinjam o destinatário integralmente e com o mínimo de ruídos possíveis. O receptor, por sua vez, não pode ser uma figura passiva. Deve receber, entender, analisar e avaliar a informação adquirida para então acontecer o retorno desejado. E para que a informação percorra este ciclo emissor-receptor, é primordial a utilização de um canal para conduzir de maneira eficaz e sem distorção os dados.

Conforme se sabe os veículos de comunicação são compostos por pessoas capitalistas e por estarem inseridos em um planeta, quase todo regido por este sistema econômico não poderiam deixar de desejar o lucro. Por esta razão pregam que as pessoas são o que têm, criando assim um forte espírito consumista nos cidadãos de todo os países. Dessa maneira, manipulam as verdades de maneira a adquirirem benefícios. O que contribui significativamente para tornar o mundo pior do que já é.

É interessante lembrar que o profissional de comunicação deve (em tese) manter o caráter ético da profissão. E como parte deste princípio, ele deve ser imparcial, realista e honesto com seu público receptor. Todavia esta seria a principal obrigação dos meios de comunicação, seria, pois hoje não é mais! Atualmente a maior preocupação como já dito anteriormente é o lucro.
Cientes da influência que detêm, os veículos de comunicação exercem de modo coercitivo seu poder para impor seus desejos e ideias. Mas somente a mídia não pode solucionar o problema, visto que não há como resolver um problema que é, em sua essência, global, sem uma ampla cooperação internacional. Por isto é o que o homem tem de acordar e agir, mas não pode esperar muito, pois se existe uma hora para começar, é agora.

Para concluir, analiso um excerto retirado do jingle da campanha de um candidato à vaga de senador do Rio Grande do Sul em 1989, trecho que talvez todos devessem levar a sério:

“[...] Esta terra é nossa, terra de nossos pais.
E o que agente fizer dela, é o que fica para nós![...]”

Ainda que pensarmos apenas em nós mesmos seja mais um tipo de atitude egoísta, pelo menos protegeria o planeta. E o essencial seria realizado, cada um agindo sem preocupar com ação dos outros. Desta forma o meio ambiente seria melhor. Agindo assim, exerceríamos a máxima de que os fins justificam os meios. Neste caso realmente justificam.

domingo, 26 de julho de 2009

Verdades Empalhadas

Verdades espelhadas refletem as mentiras espalhas, contadas
A mão armada ou diariamente furtada de quem deveria fazer a lei
Falsas verdades contidas no cotidiano alheio e de cada um também
Mentiras vivenciadas e presenciadas pela sociedade
Apresentadas todo dia na TV a uma população dormente
Sociedade sem escrúpulos e sem parlamentares “degentes”
De gente descente, de gente honesta, de gente igual a gente
Falta gente decente em nossa pátria? Acredito que não!
Falta gente honesta, certa, que pregue e haja com verdade
O que falta em nosso país é saber colocar representantes
Que governem com respeito e entenda o verdadeiro sentido de mandar
Políticos não são safados, nem desonestos, nem imorais, nada a mais
Simplesmente representam a gente, representam o seu eleitor
E representam personagens a cada mudança de humor

sábado, 25 de julho de 2009

Dia de julho

Pois é!... Inicia amanhã, dia 26, a última semana do mês de julho, nome que homenageia o imperador Romano Júlio César. É inverno no hemisfério sul e dia dos avôs e avós. Então me lembrei da época que era criança...

Pois é! Nem faz tanto tempo assim... Mas, enfim... Lembrei de quando ia com minha família para a cidade mineira de Tumiritinga. Pertinho de Governador Valadares (Leste de MG – alto-médio Rio Doce), íamos para uma região cujo nome já sugere a localidade: “Perdida”, situada na estradinha que liga a sede de Tumiritinga aos municípios mineiros de Capitão Andrade e Itanhomi.

Pois é! Recordei desta confusão de nome, de todas as viagens. Das brincadeiras feitas lá, das idas aos matos, de como aprendi a andar de bicicleta batendo a roda no arame farpado para frear, mas aí me explicaram que para parar é só bater no muro porque assim não se corre o risco de furar o pneu. (Custei a aprender que em bicicleta com freio contra pedal é só pressionar o pedal da bike no sentido contrário ao de pedalar normal.)

Enfim, é acordar amanhã cedo e pegar o telefone e dizer: “Bom dia vovó! Que bom que você fez minha mãe. Sem você não existiria!

E que venha o mês de agosto e que venha o segundo semestre!

Dia de quê?

Hoje é dia de São Tiago
Hoje é dia de Santo Iago
É dia de Machado e Shakespeare
É dia de Santo e Profano

Hoje é dia de Bentinho e Capitu
De Santiago e Escobar
Também é dia de D. Glória
Dia de Ezequiel e Eclesiástico

Em Matacavalos os metacarpos estralam
Há!!! Que seria de mim sem a bem-aventurada
Metalinguagem intertextual
De Assis a William
De Pessoa a Camões?!

É dia do irmão de João
Do maior ao menor
Hoje é dia de Tiago e Thiago
Com e sem H
De tantos santos e anjos
Dos céus e terra
Hoje é dia de amar

Hoje não é dia de casmurrices
De Otelo e Desdêmona
Hoje não é dia de Lear nem de Cordélia
Hoje é dia de ser fiel
Não é dia nem de Brás nem de Romeu
Hoje é dia de saber o porquê
De saber o motivo da maldade da mulher
Que é culpa do próprio homem
Hoje é dia de ler
Dia de simplesmente viver!

domingo, 5 de julho de 2009

O Esquecido!

Esqueci que tuas palavras têm o fantástico poder de conquistar-me.

Esqueci que teu jeito de olhar derrete geleiras do frio polar.

Esqueci que teu silêncio é resposta para dúvidas que preenchem meu ser.

Esqueci que as flores têm cheiro, que as folhas caem no outono e que por mais longo que o inverno seja sempre chega a primavera.

Esqueci que sempre vencemos empate e derrota não existe pra quem crê que todo resultado é positivo.

Esqueci que a neve pode ser vermelha e que o bem pode não agradar a todos.

Esqueci que posso tomar banho de chuva, rir do vento no rosto, esqueci que sei subir em árvores, andar descalço e salvar passarinhos, e esqueci que para dormir posso contar carneirinhos!

Esqueci que posso ter fé, posso ler um livro, posso viver a vida e amar mesmo que não seja amado!

Esqueci que posso ser criança, que posso chorar e esquecer-me de algumas coisas...

Quem recorda é porque em algum momento esqueceu...

Esqueça das normas, de ser correto, esqueça que não é o único ser do universo.

Esqueça o que acabou de ler e simplesmente viva!

A volta

Segundo semestre de 2009.
Acabou o quinto período de Relações Públicas - agora é férias e esperar o Sexto Período!

Acabou o estágio da AGERP.
Agora começou o estágiona Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Social - SEMAD; Fundação Estadual do Meio Ambiente - FEAM; programa AmbientAÇÃO.

Agora mãe já operou...

E eu voltei, escrevendo pouco ainda, mas aos poucos é o retorno!

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Retrospectiva de um Novo Dia!

Sono
Cama
Despertador

Quarto
Corredor
Sala

Porta
Parede
Pintada

Casa
Rua
Trabalho

Rua
Buzina
Engarrafamento

Transito
Tédio
Remédio
Anti-stress

Relógio
Adiantado
Horario
Atrasado

Casa
Bom dia
Rua

Mundo
Menino
Malabares
Mudo

Sinal
Semáforo
Farol

Assalto
Atropelamento
Abastecimento

Casa
Rua
Trabalho
Trabalho
Trabalho
Rua
Casa

Boa tarde!
Boa noite!
Bom dia!

Anoitece
Noite
Amanhece
Dia
"Atardece"
Empobrece
Envelhece

Novo Dia!

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Perspectiva

Olho pelo retrovisor e vejo um futuro distante
O passado constrói o presente
O futuro deste instante foi ontem
Numa linha intangível do tempo
Ergo os olhos pro céu e o que enxergo é o que não sei se existe
Universos distantes que se unem numa dança
Bailando e cantando a melodia do vento

Oussamos o cheiro, vejamos a música e sintamos o sabor da vida
Quem vê as estrelas no manto negro da noite calma
imagina um mundo pequeno
Mundo este que termina onde o campo da visão consegue alcançar
O garoto cego não põe limites ao mundo
Se você não enchergasse não haveria limites
Coloca-se limitações em cada momento
É melhor não poder porque é difícil
Do que porque não se dá conta de fazer

Destruir o que existe
Construir o fim
Caminha rumo ao desconhecido
Cada vez mais apressadamente
Correndo
Passos longos
Depressa
Rápidamente
Continuamente
Sem sentir o cheiro das rosas
das outras flores
sem ouvir os pássaros
sem viver a vida cumprida a sol...

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Tempestade Clara - Satisfação

Depois de ficar muito tempo sem postar, antes de escrever qualquer coisa é interessante me justificar. No final de maio minha vida sofreu um processo de reviravolta impressionante e meu tempo se reduziu. Agora, mesmo estando de frente a um computador praticamente 12 horas por dia, não estou com tempo.

Tempestade Clara

As aves sobrevoaram a instância naquele instante indefinido pelo relógio que corria no sentido anti-horário aceleradamente em um ritmo que fugia a cadência dos batimentos cardíacos.

Dentro de cada um, em algum momento da vida, já aconteceu uma tempestade que parecia com a confirmação das profecias dos finais dos tempos...

Chover é um verbo defectivo inconjugável na primeira pessoa no sentido literal, pois quando chove dentro da gente pode ser dito que eu estou chovendo neste minuto, logo eu chovo estaria correto... rsrs
A tempestade que cai dentro da alma tem a cor que agente quer.

Mas as tempestades interiores são com,o as águas de março, que passam e não se vão com o fim do verão... Apenas promessas de vidas!

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Sem saber o que ser

Tem gente que não sabe quem é
E morre sem saber que viveu
Tem vida que não é vivida
... e a morte chega sem avisar

Existem pessoas que não sabem que são...
Tem gente que acredita que não é...
E todos desconhecem-se a si mesmos!
... e das coisas que acredita que sabe nada é verdade

Uma mentira contada e repetida
Replicada e disseminada por meios de comunicação
Ou não – desde que seja mentira
Se repetida vira verdade ou falsa verdade com credibilidade...

Então agente é o que falamos que nós somos
Agente de nós mesmos
Somos simplesmente gente
O resto é consequencia da criação da nossa mente...

Seres humanos...
de mentes complexas
ou dementes de mentes que deveriam ser lavadas
com detergentes sem precisar rimar...

domingo, 10 de maio de 2009

Carioca tem porra na boca

Motoqueiros cariocas devem pensar que para o veículo andar é preciso apertar a buzina – porra, a cada metro que se locomovem é de deixxxx a douze buzinadas. Mas aprendi que é um método de avisar: “tô passando porra!”.

Quanto à linguagem são várias as especificidades, imagine um carioca emo – caralho deve ser feio pra cacete, ou até mesmo os não emos puxando o x e s e falando o som do t com uma particularidade própria - esta parte é legal. Também quanto ao modo de falar, eles têm um jeito maneiro, trazem na fala a ginga dos corpos – e que corpos.

Em relação a transporte são bem servidos, tem um metrô fantástico que embora ande lotado serve muito bem a população, sem falar que é uma sensação indescritível ser exxxxpremido contra vários corpos dentro de um vagão... (A parte do fantástico leia com muito exagero, pois é ironia, pois o que tem de mais no Rio é táxi...)

Mas o Rio lindo da televisão existe – é claro só pra quem mora na zona nobre, porque têm muitas coisas feias – tipo os turistas do interior de MG que vão pra lá, brincadeira.

Outra coisa sobre eles é que são muito estressados, rápidos, além de serem marrentos pra caralho, porra!

Mas o maixxx imprexionante sobre o povo do Rio de Janeiro e região – região exta que se exxtende até Juixxx de Fora/MG mais ou menos, falando palavrão pra caralho, e o mais usado e preferido por 101,5 % é “PORRA”, tipo se eles vão ao restaurante e perguntam-lhes o que vão comer, logo reponde: arroixxx, porra, feijão, porra, macarrão, porra, carne, porra e na sobremesa porra, sei lá, porra, traix qualquer merda aí porra! É tipo aquela música do KLB: A cada deix palavrax que elex falam 11 é porra.

Por fim, o Rio é maravilhoso mesmo, tem contrastes culturais, sociais, econômicos, enfim, como qualquer outro lugar, mas é muito bom, tem muitas pessoas legais, embora infelizmente sejam moradoras do estado do RJ.

P.S.: Algumas pessoas que eu adorei conhecer: Renan Barretos, Alex – amigo da Fernanda, Fernando, Rê – amiga da Fernando, teve mais gente, maix se eu for escrever maixxx vou usar algum tipo de palavrão e pode pegar mal.

P.S.1: Não fui assaltado no Rio, não vi tiroteio, nem chacina, nem guerra, nem me rapinaram, nem fui vítima de assedio sexual, nem nada destas coisas que a mídia insiste em estereotipar.

P.S.2: Carioca, na maioria não gostam das Kombi e achei paia pra porra o monte de cor das linhas de ônibus.

P.S.3: Só pra finalizar: Por favor, se forem usar o pronome na segunda pessoa usem também, o verbo conjugado adequadamente.

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Boate

Música Alta
Gente Dançando
Corpos Bailando
Almas Voando
Depois de Beber
Todos Altos
Pega o Volante
Auto-sustentável
Automóvel
Sai da Boate
Eis o Boato
O Carro que estava
Bate

Depois de comemoração em boate, 5 jovens morreram na madrugada de hoje. Bateram o carro na saída de uma boate de Belo Horizonte.

sábado, 25 de abril de 2009

MAIS BESTEIRAS SOBRE O AMOR

Amor te mata
A morte mata
Amor tema também
Amor não temas
Tão bem o amor te faz
Amor o tenha
Na rama da flor: amar

Na flor jogada ao mar
Ao mar para mais amor
Para além mar
Simplesmente, para amar
Há mar? Em Minas não há
Há amor? Em todo lugar há

Crianças mamam
Jovens amam
Se amor te mata
Mata-te também não amar
Por isso, viva cada verso da vida
Com intensa vontade de amar...

quinta-feira, 23 de abril de 2009

ROSA

Cor de rosa
Dê-me toda rosa
Dê-me verso e prosa

Cor de rosa
Toda rosa
Em sua essência misteriosa
Toda rosa é rosa

Menina dengosa
Comida gostosa
Roupa glamourosa

Porque todo poema é rosa
E na prosa há rosa
E sua beleza não é mentirosa
Com espinhos, mas rosa

De tudo, o que importa
É que como dito e redito
Toda rosa é rosa
E assim será na vida
Pelo menos na das pessoas
poderROSAS

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Relativo intempestivo

“Ninguém tropeça em montanhas...”
Ano Novo e passou o carnaval...
Passou a quaresma e semana santa...
A páscoa é passada,
passagem passageira
a qual também passou
como também passamos
Na esperança cristã de uma sociedade judaíca
Ressurreição

Passa os dias como segundos
O tempo - dirá alguém - é relativo!
Mas o que neste mundo não é?
A morte – poderão contestar.
Mas quem garante que esta
pertence a esta vida?

Vida e morte, amor e ódio, certo e errado
Bem e mal, seja bom ou mau pra quem quer que seja
A única coisa que não pode ser relativa nesta vida
Por contrariedade ao senso comum é a própria Vida

sábado, 11 de abril de 2009

Asilo - "...é estar preso sem ter cometido crime algum"

Isto mesmo! Asilo, ou melhor, lar de idosos. Foi para um destes que fui ontem, Sexta-feira da Paixão, não sou velho, nem tenho idade para ser largado aos cuidados de terceiro. Fui apenas para visitar um senhor amigo de minha visinha. Saímos no final da manhã - quase uma Via Sacra, até o outro bairro, mas chegamos ainda cedo lá, não tinha dado nem meio-dia ainda! (cabe ressaltar que não foi nenhum tipo de promessa, talvez coincidência, na verdade a visita poderia ter acontecido em qualquer outro feriado).

O senhor que visitamos completará 91 anos no próximo dia 21 - dia de Tiradentes, e é cego desde 1947, mas transmite uma vitalidade de um rapazinho de 87, brincadeira, aparenta ser bem mais novo e é muito animado mesmo, mas aí ele disse uma coisa que me pos a refletir - depois te ter chorado por alguns minutos, é claro!

Ele disse: "Bem (apelido da visinha), nunca matei, nunca roubei, nem fiz mal a ninguém, nem questionar o motivo de não poder enxergar contestei, mas terminar assim dói... é estar preso sem ter cometido crime algum." Sobre a cegueira ainda disse que "pra quem nunca enxergou deve ser dolorido, mas pra quem já viu a beleza da vida não existe descrição".

Voltamos pra casa discutindo o que é pior: estar cego e privado de ver a vida da forma como a vemos, porque os outros sentidos dele são mais aguçados ou é pior ser abandonado pela própria filha sem ao menos ser digno de receber sua visita. ´

Um dia seremos velhos e aquilo que prantamos colheremos!

Obs.: O lar visitado cuida muito bem dos seus internos, não questiono o bom tratamento que os mesmo oferece, a questão é o sentimento de abandono que os idosos sentem, mesmo tendo quem os cuide, fica uma impotência e uma sensação de abandono. Até porque quanto mais velho se fica, mais parecido com crianças ficamos!

sexta-feira, 10 de abril de 2009

E o que vai acontecer com a Igreja da Graça?

Fico imaginando o que vai acontecer com a Igreja da Graça...

No trajetório entre a minha casa e o centro de BH, passo em frente a várias igrejas desta denominação cristã. E o que mais me chama a atenção na maioria delas é a presença da imagem do líder-mor. Não, não tem fotos, nem pinturas da imagem de Cristo, até porque isto poderia ser associado à "idolatria" e sim do fundador, do Sr. Romildo Ribeiro Soares, popularmente conhecido por Missionário R.R. Soares.

A Igreja Internacional da Graça de Deus, evangélica neopentecostal fundada em 1980, surgiu depois de uma "separação" entre o fundador e seu cunhado Edir Macedo, líder de outra denominação Cristã com sede no Brasil.

Nos dias atuais a citada igreja é detentora de um grande sistema de comunicação, contando inclusive com programas televisivos como o Show da Fé, que vai ao ar em horário nobre da Bandeirante; a mesma apresenta um grande número de fiéis aos quais participam intensamente da atividade da igreja.

Mas a questão que me atenho é a exposição da instituição relacionada de modo constante a imagem do fundador, o que vai ser depois, afinal é fato que o mesmo será arrebatado - é esta a expressão utilizada por evangélicos para descrever a transição entre os mundos? Até porque ninguém é eterno neste universo.
Sem querer criticar religião dos outros, até porque todas sempre falam ou tentam falar muito da pessoa mais importante segundo seus dogmas e preceitos, no caso Cristo. Mas o falar e o agir devem ser coerentes. Colocar fotos de Missionários, Pastores, Padres, Santos, Líderes, Fundadores, Papas, Bispos, enfim, de qualquer autoridade que seja na fachada da Igreja é, de certo modo, ir contra o que se prega.

Endeusar homens, assim como acumular tesouros na terra são coisas abomináveis! "Não acumuleis tesouros na terra"...

Reflitamos estes e outros valores nesta semana santa!

sábado, 4 de abril de 2009

Mulheres

Pera, uva, maçã, salada-mista...

A musiquinha da infância de alguns pode não ter voltado com onda das mulheres “horti-fruti”, mas será que já cansamos de melancias, morangos, cajás, caquis, kiwis, jacas e companhia? Ainda bem que não chegou aos meus encerados ouvidos: mulheres maçã, acerola, graviola, carambola e tantas outras possíveis olas, nem apelaram para berinjela, siriguela, tomate ou mulher banana – apesar de que na mistura do Caldeirão teve, por muito tempo a Dani Bananinha.

Imagina aqueles apresentadores gordos do domingo chamando ao palco pra dançar a Mulher Fruta-Pão! Tá certo que todo mundo ou a maioria das pessoas come pão no ou com o café, mas e fruta-pão será que teria quem queira?

Pitanguinha tem a Camila; Jabuticaba, iam falar que é “preTOconceito”, e mulher cana não ia dar certo, até porque já tem muitas Pé-de-Cana.

A Mulher Abacaxi iria ganhar funk próprio: Vem Mulher Abacaxi/ Vem e Abaxa aqui// Refrão: Abacaxi Abaxa Aqui/ Abaxa Aqui Abacaxi! (2893 Vezes) Porque se não repeti o refrão um punhado de vezes o funk não presta!

Outro fato que me alegra é que a moda não se inverteu: homens comidas não iria dar certo, quer dizer, dependendo da localidade ia ter quem prestigiasse.

Ainda bem que passou os animais: cachorras, gatinhas, vacas, galinhas, já não se ouve falar tanto, novamente, graças a um bondoso ser superior não inovaram com homens cobra, crocodilo, homem porco ou elefante. Até porque provavelmente teria muitos processos.

Que venham as mulheres auto-móveis: Mulher Caminhonete, Menina Fusquinham Mulher Parati, Mulher Ferrari, Mercedes, e mulher “busão”. É preferível que para elas fiquem somente com o título de Maria - gasolinas.

Ou que venham as mulheres do açougue: mulher acém, lombo, dobradinha, filé, alcatra...

E você de que fruta gosta?

sábado, 28 de março de 2009

Primeiros Selos


Ganhei há alguns dias estes quatro selos do Dário Souza do blog Casablanca - Só o que importa!:


E agora as regras:
1- Exiba a imagem dos selos que acabou de ganhar.
2- Poste o link do blog que te indicou.
3- Indique até 10 blogs de sua preferência.
4- Avise seus indicados.
Indicados:

sexta-feira, 27 de março de 2009

Você tem medo de quê?

Eu tenho medo que me perguntem isto!
Eu tenho medo de responder!
Eu tenho medo da sorte e da sua distante prima, morte!
A sorte é traiçoeira ela vem, fica e vai! Já a morte...

Eu tenho medo de ratos, de sapos, de porcos, de barata, de cobra, de fanta, da coca-cola, do bozo, de andar de ônibus, de gente andando na rua do lado escuro durante à noite; de pernilongo e mosquito, seja da dengue, da febre-amarela, mosca e suas variações ; além disso tenho medo da noite, do dia e da madrugada, isto é, só se eu estiver acordado!
Tenho medo do bicho papão e de outros bichos e também de dormir e de acordar!

Tenho medo de chorar e parecer fraco; de sorrir e parecer alegre; de amar e de odiar; de fazer a coisa certa e atrapalhar alguém, tenho medo de falhar de falar e magoar, de falar e parecer bobo e tenho medo de calar; assim como tenho medo que me critiquem e que me elogiem e eu fique convencido!

Tenho medo de alimento vencido ou envenenado, de coisas velhas, crianças pequenas, e tenho medo de andar de bicicleta, de nadar, de escovar os dentes e machucar a boca, de ter dor de dente, de ser roubado, assaltado, assassinado, esfaqueado, alvejado, mal interpretado, assediado.
Tenho medo de sombras, de bruxas e do Chaves: Isso, Isso, Isso!
Tenho medo de quem é falso, de gente que finge que é legal.

Ter medo é normal!
Tenho medo de falar todos meus outros medos e tenho medo que estes medos não sejam superados, e medo de perdê-los, pois só quando se tem medo agente entende que os Heróis estão mortos!

E você tem ou já teve medo?

domingo, 22 de março de 2009

Borboletas sobre teu túmulo!

Borboletas voam, dançam e cantam uma suave melodia que os ouvidos não veem!

Ouvir, sentir, ver e seus mais diversos sentidos perdem o sentido e a eficácia frente ao baile primaveril!

Já é outono e as folhas caem, tudo que é velho passa e vira adubo para o novo.

Hoje estou melhor, mas com a incerteza e certeza de que amanhã eu não sei.
Conflitos paradoxais frente a linha do tempo imperfeito que se traça e descreve uma vida!
Há quem foi dado o poder de tirá-la?

Teus olhos verdes já não me veem.
Teus olhos verdes servem para ver-me de dia
Pois a noite foi feita para o pecado
Profano e amado
Coitado do ser machucado pelo amor desencadeado
Cadeado, era de um destes que eu precisava
Guarde meu segredo
De hoje em diante não terei mais medo!

Escreverei em teu epitáfil:
"O amor próprio é o maior amor do mundo!
Pena meus olhos castanhos não poderem mais ver-te o brilho de duas esmeraldas,
que brilharam durante uma vida
que conduziram-me à insanidade!"

E na proxima estação, quando as flores desabrocharem sobre teu jazido novas borboletas, de todas as formas e cores e sabores bailarão sobre o manto verde que te cobre do calor e do frio, de noite e de dia.

As borboletas que hoje em festa passeiam por ti não estarão mais ali!
Elas voam, voltam, vão e viajam, viajam como vc viajou!

O que o Amapá tem?

O Amapá tem a única capital brasileira cortada pela imaginária Linha do Equador.

Tem o importante e conhecido nacionalmente Complexo Marco Zero.

Tem o único estádio de fuitebol do país que uma equipe joga no hemisfério sul e a outra no norte, isto mesmo, a linha central do Estádio Milton Corrêa ou "Zerão" como é conhecido, coincide exatamente com a Linha do Equador. A dúvida que fica é se o Amapá tem time de futebol pra jogar lá? Tem, lógico que tem, tem até o Trem. Está certo que na disputa do estadual do ano passado só tinha um time que não era da capital.

Tem gente que confunde qual é estado e qual é capital Macapá ou Amapá?

Devido a sua dimensão territórial há muita coisa sobre o Brasil que o brasileiro ignora, por isso é que deveriamos doar a Amazônia, o Pantanal e todo o Centro-Oeste, inclusive Brasília para os EUA, deveríamos vender todo o nordeste para algum país da África, em suaves prestações como a Casas Bahia e Ricardo Eletro e tantas outras fazem! Na oportunidade poderíamos passar uma faca e cortar os três estados do Sul e fazê-los felizes e independentes ou se eles preferirem se anexarem ao Paraguai e enfim dar o tão sonhado mar aos irmãozinhos com tritongo no final do nome ou se juntarem ao Uruguai e serem felizes falando espanhol para sempre!

Bem aí ficariam quatro estados no país, que ainda poderia se dividir em duas nações: O país São Paulo de Janeiro a Dezembro que ia ficar em guerra com o antigo estado do Rio de Janeiro pra saber qual seria a capital nacional. E por fim quem sobrou foi Minas que a esta altura já teria vendido o triângulo sem bermudas para algum país europeu criar gado, já teria doado a rebelde província sem leis de Juíz de Fora para o antido estado do Rio. Já teria entregue o extremo sul para os antigos paulistas e o Jequitinhonha e todo o "nordeminas" já faria parte da Nova África na venda do Nordeste. E neste meio tempo já teria dominado o Espírito Santo e alcançado o tão sonhado mar...

Bem, e fica a pergunta, que se estende para outros lados, não digo só lá, mas o que o Acre, Roraima, Rondônia, Tocantis, Piauí, Mato Grosso do Sul e o Amapá têm?

Feliz Natal!

Ainda somos uma sociedade sazonalizada, massificada, extremamente preconceituosa e totalmente contraditória.

Há duas semanas entrei em uma drogaria, destas que tem em quase todas as grandes cidades deste país, Araújo e olhando alguns produtos levei um susto e comentei com uma amiga: "É a primeira vez que vejo venderem ovos de chocolate nesta época do ano!" Então ela me fez passar vergonha: "Quer que venda ovinhos de páscoa no Natal? A páscoa 'tá chegando! É mês que vem!"
Palmas para o tempo! Só faltam nove meses pro Natal e ainda me lembro como se fosse semana passada eu desejando feliz natal e um próspero ano novo e blá blá blá que agente só diz naquela época.
No natal somos mais humanos, dividimos e sorrimos e temos tempo para as coisas mais simples e belas da vida, é tempo de reflexão e tem gente que fica mais religioso. Tem a magia da época, a nova propaganda da Coca-Cola com os ursinhos e neve, tem Papais-Noéis em todos os lados, e tem uma coisa muito bonita que é a solidariedadade!
E agora, dividir o alimento com quem tem fome, pra quê? Dezembro 'tá longe! - Será mesmo?!
Daqui três dias ficamos grávidos e esperamos por exatos nove meses o nascimento do natal.
Adianto-me aqui e desejo que todo dia seja um novo começo! Um novo tempo! E que chegue um momento quando não esperaremos dezembro chegar para abraçar e amar!

Tenha hoje um Feliz Natal!

quarta-feira, 18 de março de 2009

Acróstico

Disseram-me hoje e vale pra todo mundo:
Alguém
Lhe
Ama
Muito
Não importa se neste momento ou em um instante futuro, o que importa é que em algum instante da vida descubras que em algum lugar no universo alguém lhe ama muito! Sentir o amor na sua forma mais plena e constante. Simplesmente ame! Mas se não encontrar ninguém que lhe ama ou alguma pessoa para amar sendo correspondido, ame-se ao menos!

domingo, 22 de fevereiro de 2009

Brazucas

Ordem e progresso!
Que ordem é essa que seguimos?
Qual foi o progresso?
Crenças, credos, cores...
Azul, amarelo, ouro ou prata

Eles sempre dizem que não,
mas desigualdade existi sim!
Todos os dias quando olho nos jornais
eu vejo meu país mudar...
eu vejo ladrões serem eleitos...
eu vejo... e eles querem mudar pra pior!

Meu país virou campeão!
Não é taça de copa ou algo pra orgulhar
meu país tem prisões e senado
onde ladrões governam agente para o passado
meu país tem palmares e males
dos quais não quero falar

Meu país tem o pôr do sol mais bonito que existe,
mas não vemos por estarmos cegos!
Meu país tem assassinos armados
de ideias compradas em comerciais
da globo que globaliza o caos...
Ou não?!

Nossa moeda é ireal
Vale menos que todo o sangue gasto
para conseguir nos alimentar...
Sem futuro nem passado...

Deveria não ter orgulho de morar aqui,
Mas sou brasileiro
E só pelo fato de ser brasileiro
Já tenho!

Vagando Sem Rumo em Direção a Lugar Nenhum...

“Atingir um objetivo que você nunca almejou é tão difícil quanto voltar para um lugar que você nunca foi.”

Autor Desconhecido!Siga sem rumo!

[...] E chegará onde nunca imaginou![...]

Mas antes de chegar corre o risco de despencar num abismo, de tropeçar em pedras ou, ainda, se estrepar entre arbustos espinhosos!
Pode ser feliz, pode cortar caminhos ou andar por estradas mais compridas e "curvosas"... Pode cumprir sua missão... Ou nunca descobri-la...
Pode realizar seus desejos ou morrer em paz ou morrer sem nada de mais... E, principalemte, sem descobrir o amor... Sem descobrir o que te trás!
Quando se cansar de caminhar tu podes parar para descansar em qualquer lugar, até porque não vai se importar com o tempo nem com a estadia, com o frio, sono ou fome!
Não haverá falta de tempo, afinal para quê cronometrar o tempo uma vez que você não sabe aonde quer chega não importa, também, quando chegar!
O importante é que você siga! Não pare! Não fique! Não corra! Não se sinta incapaz! Não seja imprestável!
E por fim, se cair...
Levanta-te e anda!

sábado, 21 de fevereiro de 2009

Com toda perfídia do mundo!

Descobri-me pérfido
Mas antes que tu me condenes
Pela minha aleivosia
Justifico minha declaração
Descobri-me Pérfido
Comigo mesmo
Se é que é possível...
Tenho atitudes de perfídia
Todos os dias
E diga-me
Se tu, em algum momento,
Não agiu faltando com a verdade?
Mesmo sem intenção de prejudicar
Talvez, sem desservir ninguém
Além de tu, uma vez que, sempre te fere
Toda vez que age falsamente
Sempre me firo...
Mas continuo tentando não magoar ninguém
A verdade, em alguns casos, machuca
A falta dela adia a dor
Então, como não sabes se tu estarás aqui amanhã
Ou em um sepulcro qualquer
[Só espero que tu estejas: e sejas otimista!]
Então se tiver que me poupar
Minta quando tu falas comigo
Só não te esqueças que um dia...

Que um dia a luz ilumina as trevas
E quem nunca enxergou
Passa a ver!

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Escravo do Tempo

Sou escravo do tempo
E ando por curvas e retas incertas
Olho para a estrada e nada vejo
Olho para cima e tudo que enxergo é a tempestade
Quando tento olhar mais longe
Surgem novas nuvens no céu
E o sol fica encoberto restando-me sombras

Olho para o instante
O motivo eu não sei
Mas mesmo assim não enxergo nada
E olho, por fim, o espelho
E continuo vendo a mesma coisa: nada
Não consigo distinguir a face que me encara
Frente ao espelho desconheço o reflexo
Não acredito que eu exista

Danço ao som do canto dos mudos
Ando por caminho guiado por cegos
Consigo sentir o cheiro da água e choro
Corro por caminhos e não ando mais sobre o mar
Na verdade nunca andei
Talvez, em momento algum eu tenha corrido
É certo, que quis outrora apressar o tempo
Mas a cadência dos ponteiros dos relógios não mudou
Continuo e talvez para sempre
Sendo apenas, como você, apenas mais um
Escravo do tempo!

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Ser Diferente

Rosa De Saron

Eu tenho que ser diferente
E ser o mesmo também,
Amar sem preconceito
Viver os Teus preceitos
Não rotular ninguém!
Hoje eu acordei com vontade de viver:

Livre para amar
Livre pra perdoar
Livre pra respeitar
Ser livre e nunca desistir de sonhar
E nunca desistir de sonhar...
E nunca desistir...
Nunca desistir de sonhar

Composição: Diego Fernandes e Guilherme de Sá

sábado, 7 de fevereiro de 2009

Vendo o menino passar

Ela correu para janela e viu o menino passar
A saudade bateu, apanhou; foi e voltou ao olhar
Só de pensar em pensar no que foi que aconteceu
Só de fechar os olhinhos a gota de lágrima em sua face desceu

O vento anuncia ao dia a chuva que o céu preparou
E a nuvem debaixo do sol fez a menina parar
Sem saber ela olhou para cima, para baixou e falou
Só você meu menino me faz ser feliz, sorrir e viver
Só você meu menino me entende, apóia e compreende
Não mente e faz-me contente.
O que eu digo ou faço ou peço pra você
Para sentir-me feliz e alegrar-me
Graças a Deus você não pergunta o porquê?

A menina correu pra janela e viu o menino passar
A saudade bateu, apanhou; foi e voltou ao olhar
O que ela viu e a fez sonhar pode ser que não tenha acontecido
Ela viu o menino parar e acenar e sorrir e cantar
E por fim a continuar a andar...

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Pré-Paradoxal

Pedaços de pedra
Caminhos, luz e sombra
O utilitarismo tomou conta
Não há mais regras para o Caos
E o que tinha uma ordem e era esperado não existe!

Os fins e meios se confundem e se completam
Não há verdades nem mentiras...
Certo e Errado são dois conceitos substituíveis
Cada vez mais, sendo trocados por
Adequado e Inadequado

E o mundo ficou Antiquado
Antidepressivo tomado por seres reais
Sem semantica ficou curto o léxico
Na profundeza e a simplicidade da menor palavra dotada de significado relacionada a dor:
Amor!

E não existem mais modelos
E o paradoxo do paradoxo é o anti-paradoxo
Complexo, não?
Mas se a vida fosse incomplicável...
E se a vida fosse menos corrida...

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Recontinuar

Depois de algum tempo sem dedicar-me a escrever, mesmo que na maioria das vezes besteiras, volto à atividade.

E que o ano que começou seja bom e passe depressa, de um modo que nem percebamos... E que venha 2010!

Não sabia o que fazer, enquanto não decido, eu continuarei continuando, sendo redundante, porque mesmo errando o importante é que a vida continua... Pelo menos a minha!

Top 7