Postagens

Mostrando postagens de 2011

Hades Angelicus - Capítulo I: As dores de um passado que se faz presente

- Papai, papai...
A voz ainda sonolenta da doce menininha apresentava um ar de susto e medo. Seu pai pôs-lhe a mão em seu rosto e lhe disse:
- Estou aqui minha princesinha!
Lúcio ficou surpreso com o despertar de sua filha. Não fizera barulho algum. Resolveu passar no quarto simplesmente para dar um suave beijo na testa de sua bela princesinha, que já dormia com um ar angelical. Entretanto, não tinha pretensão de acordá-la.
- Desculpe-me querida! Não queria acordá-la...
- Não me acordou papai... Eu estava tendo um pesadelo!
- Não se preocupe. Foi somente um sonho Angélica. Apenas um sonho...
- Mas foi ruim papai, muito ruim.
A voz da pequena criança, de apenas sete anos de idade parecia não querer sair. Ela estava com um tom de voz de quem quer chorar. Seu pai tentou acalmá-la, resolver apertá-la em um forte abraço.
- Quer me contar o pesadelo agora?
Angélica sussurrou:
- Papai...
Ela relutou em prosseguir. Estava com os olhos demonstrando que o sonho, realmente a aterrorizara.
- Pode falar minh…

Crônica de Novembro - (Re)Edição OU Você sabe o que aconteceu com os pintinhos?

Você se lembra do que aconteceu ano passado? No data de hoje, no ano passado?! Resolvi (re)postar aqui o texto desse período do ano...
Tarde de 04 de novembro. Decidi dar uma pausa em meu trabalho de conclusão de curso. Chamei minha mãe para irmos à casa de Alice, nossa vizinha. Chegando lá fui imediatamente para o quintal comer jabuticabas. A árvore estava carregada da deliciosa fruta preta, de modo que a madeira da jabuticabeira era quase imperceptível. Posteriormente fui mais ao fundo do terreno e derrubei cerca de dez mangas ubá para poder saborear mais tarde!
Mas o que mais marcou este dia não foi o doce sabor das deliciosas frutas negras, mas outra coisa. Ao sentar-me na varanda da cozinha, observei quatro pintinhos. Todos completamente sem penas, magros e embora, segundo Alice, possuíssem 3 meses de idade, variavam no tamanho de modo muito contrastante. Dos quatro filhotes, dois não possuíam uma das patas. Fiquei sabendo que ratos as roeram quando os pintinhos ainda eram bem novo…

Revolução 29 - O Retorno!

Depois de muito tempo sem passar por aqui. Aproveito o começo de um novo horário, o Horário de Verão para retomar as atividades aqui no Revolucação 29. Curioso é que o Blog começou com "Sonhos" no dia 23 de outubro de 2008, ou seja, a quase 3 anos. Então este é um retorno em rítmo de festa e alegria por que no próximo domingo celebramos esta data! E para esta nova etapa algumas mudanças e novidades aqui no Blog e na minha vida. Muitas coisas boas aconteceram nesses últimos tempos que não foram compartilhadas e tenho certeza que muitas novidades ainda estão por vir... É só entrar no Revolucação 29 e re-evoluir conosco!

Entrando no céu por W.O.

Assisti hoje um trecho da palestra "Ministrar a Alegria" do já falecido Pe. Léo. Uma frase dele marcou e me fez motivar-me a mim mesmo. Eita! Bota Redundância nisso!!! Estou tão motivado que estou até escrevendo da forma como falo, sem pensar direito na norma culta da língua portuguesa.
A frase que marcou foi "Você quer entrar no céu por W.O.?" Sabe quando um time ganha porque o outro não compareceu? Pois é, isso é vencer por W.O. Vencer por vencer não tem graça, a Graça de Deus é dada para aqueles que vencem sobre fortes adversários. O emocionante é vencer com propriedade. Imagina: Final da Copa do Mundo, Brasil, 2014... Em campo no Maracanã Brasil 7 a 0 no Suriname.... Nusssss!!! Que emocionante (#ironia); agora, outra situação: mesma competição, local e tal, Brasil e Argentina; o Brasil vence por meio a zero e é 200 milhões ou mais de Brasileiros com B maiúsculo indo a loucura e comemorando muito. Percebeu a diferença?
Por que as pessoas insistem em pedir para não…

O que estou ouvindo?

Estou ouvindo "Viver pra mim é Cristo" na voz do Padre Fábio...

Cheguei no serviço agora a pouco, então comecei a pensar, e estava reparando na quantidade de coisas que ouvimos e nem nos damos conta de como influênciam nossa vida.

Eu até acho bom as pessoas serem ecléticas, mas tudo tem limite. Ouvir "Créu" com o CD normal ou com o "disco" quebrado não faz diferença... O que é isso: Você, Você, Você? E as músicas com duplo sentido? foG(d)e Superman, FuG(d)idinha com você? Hun?! Para onde foi o bom senso? Quer saber, não ia falar, mas o que tem de lixo que agente consome e não reclama, não é brincadeira. Ser eclético não quer dizer "caquético" velho, nem tampouco ser sem opinião. Música boa existe... Ouça músicas melhores!
Ouvindo agora: "sara-me, e põe teu azeite em minha dor: Restitui..." na voz de Padre Hevaldo Trevissan!
Feliz mês de Junho!!!

Pesadelo

Parece que o céu está pesado Não vejo mais a luz do astro rei Parece que o tempo é nublado Perdemos o senso de humildade Falta humanidade E no final, parece que nada sei
Além do peso do céu O qual deixa a minha cabeça dolorida E minh'alma cansada pelo fardo que sobre mim é lançado
Tenho a sensação que sobre meus pés já não existe chão Um abismo à minha frente se constrói
E o pior de tudo é que tento apertar tua mão para não cair nesse buraco que se abre cada vez mais e quanto mais se abre, mais me suga para suas profundezas; mas não consigo alcançar tuas mãos. Não consigo alcançar-lher sequer as pontas dos dedos. E então caio por completo na vala escura e sem funda.
Não quero aprender a andar de bicicleta Não quero pedalar sozinho Quero tua compania durante todo o caminho Não importa o percurso. Quero sentir tua presença Quero sentir teu cheiro
Mas estou com medo e vontade de chorar. Amar é complicado Principalmente se você não estiver do meu lado. Que bom que foi só um pesadelo!

Feliz Páscoa!!!

Para a Igreja Católica, a Páscoa celebra a ressurreição de Jesus Cristo e esse significado é assimilado por grande parte dos fiéis, mas muitos veem a data como uma oportunidade de aproveitar o feriadão.
"Levados pelas motivações do consumismo mercadológico, Páscoa virou sinônimo de feriadão a ser aproveitado no desfrute de todas as delícias que a vida urbana moderna oferece. Claro que não é a visão cristã", observa o monsenhor Orivaldo Robles, sacerdote da Arquidiocese de Maringá.
Ele destaca que as pessoas têm consciência da data. "Uns mais, outros menos, todos experimentam a ressurreição gloriosa do Senhor. Quanto aos outros, - a maioria infelizmente – pouco se interessam e tanto lhes faz se a Páscoa celebrasse o aniversário do Coelho Maluco, de ‘Alice no País das Maravilhas’, não faria a menor diferença", assevera.
Robles reforça que todas as paróquias celebram a ressurreição de Cristo. "Páscoa é a festa bíblica instituída para celebrar a passagem de Deus pel…

Reflexões sobre o tempo

Derrepente vem uma vontade imensa de voltar no tempo e esolher cara ao invés de coroa, ter optado por par no lugar de impar; ter apostado no 29 e não no 43; dá vontade de fazer tudo diferente. De apertar a tecla restart e começar tudo outra vez...
Por alguma razão isso não é possível... Que bom! Porque das escolhas feitas na vida e do caminho que se trilha se adquire experiências e constrói-se relacionamentos, faz-se amizades, vive-se somente uma vez e se tem sempre uma chance... Mas sempre há tempo de começar tudo de onde se está, e reiniciar...
Que venha uma nova fase em nossas vidas a cada amanhecer uma nova oportunidade surja para vivermos um dia melhor...

Criação Divina

Conte todas as estrelas do mar ao menos uma...
Pare o tempo e nunca pare-se no tempo!
Conte também as estrelas celestes...

Conte os grãos de areia, e as gotas da próxima chuva!
Contemple raios, relâmpagos e trovões...
Olhe para o sol!

É estranho como tudo está presente em nossa vida
E as vezes não nos damos conta disso!
Sinta a brisa que toca tua face nesse instante!
Beba um copo d'água puro, sem gelo, saboreando-o!

Tudo existe e coexiste em harmônia,
mas nós, seres humanos, queremos destruir
ou dizemos querer construir, melhorar ou desenvolver...
E no entanto...
tudo o que fazemos é devastar, destruir, aniquilar, acabar, matar!...

Salve Criação!
Salve a Criação!

Viva a vida!
E deixe-a ser vivida
Sem contra-partida!
Sem medos
Sem anseios, dores ou limites
Simplesmente:
Veja o vento
E sinta o verde dos montes!

Momento presente

Na tua face vejo dor
Máxima expressão da perda
Lágrima, e uma sensação de vazio...

De suas lágrimas
Exala um forte odor
Cheiro de quem carrega no peito sentimento
De quem leva consigo o Amor

Quem se vai talvez não sinta
Ou sentiu enquanto viveu
Quem fica, sente falta
Saudade, desejo, medo
Misto de tudo
Turbilhão de sentimento
E no olhar para o horizonte
Percebe-se que no seu interior
Parece que há uma completa presença do vazio...

Por que eu meu Deus?
Por que comigo Senhor?
A vontade que tenho é de acordar...
O desejo é de levantar e saudar o novo dia!

No momento o povo grita e implora:
"Afasta de nós este cálice!"
Mas no fundo, não queremos sentir medo
Não queremos sentir dor

Apesar de dizer que não
Quero que seja feita a minha vontade...
Mas por fim, lembro do desprendimento
E apesar da dor...
Que seja feita a vossa vontade Senhor!