Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2013

Relembranças

Há exatos 5 anos eu começava a pensar em ter um espaço como o Revolução 29. Mas não sabia direito como, pra quê, por quê, enfim, não sabia absolutamente nada da Blogosfera, não sabia direito da arte de escrever e ainda não sei muita coisa, mas mesmo assim no dia 23 de outubro de 2008 eu postei o primeiro texto: Sonhos... E uma verdade na primeira frase é real até os dias de hoje: "nossos sonhos embora existam, nem sempre são concretizados e que vários destes se tornarnam grandes desilusões e que nossos desejos nem sempre serão realizados, porque, ao contrário do que muitos tentam acreditar nem tudo é do jeito que gostaríamos que fosse..."
Hoje, paro e releio alguns textos e vou relembrando do que me levou a dizer aquilo naquele período. Era um dia frio, outro texto que misturava raiva e ódio, amor, vontades e desejos, e outros demonstravam indignação. Alguns, simplesmente pela vontade de escrever: inspiração literária, talvez...
Por fim, hoje a vontade é seguir o conselh…

Mais uma vez...

Mais uma vez
Repetindo o mesmo enredo
Com personagens diferentes...

Mais uma vez
Revivendo a mesma história
Com desfechos semelhantes...

Mais uma vez
Recomeçando do princípio
Onde era o Verbo e habitava entre nós!

Mais uma vez
Recriando expectativas
Refazendo e recriando ilusões...

Mais uma vez...
O poema começa e termina
Sem ter um começo, meio e fim!

Mais uma vez:
Confusão!

Fim da Esperança

E já se foi a Esperança...
Ela faleceu assassinada!
Os homens tanto fizeram
Que o Esperança foi ceifada
Morreu ainda jovem!
Jovem menina de pouco tempo!
Ousaria dizer, que partiu dessa vida
a Esperança ainda Criança!
Ela se foi sem deixar herdeiros!