sexta-feira, 17 de abril de 2009

Relativo intempestivo

“Ninguém tropeça em montanhas...”
Ano Novo e passou o carnaval...
Passou a quaresma e semana santa...
A páscoa é passada,
passagem passageira
a qual também passou
como também passamos
Na esperança cristã de uma sociedade judaíca
Ressurreição

Passa os dias como segundos
O tempo - dirá alguém - é relativo!
Mas o que neste mundo não é?
A morte – poderão contestar.
Mas quem garante que esta
pertence a esta vida?

Vida e morte, amor e ódio, certo e errado
Bem e mal, seja bom ou mau pra quem quer que seja
A única coisa que não pode ser relativa nesta vida
Por contrariedade ao senso comum é a própria Vida

4 comentários:

  1. A vida é relativa sim, oras! Ela é percepção indivual, logo, depende de vários olhares, situações e momentos. Quanto às antíteses, são sentimentos constantes vivenciados por nós. Ai...ai...ah, e não esquece. É vermelho, e não azul - e a semiótica jamais será idiota! rs...

    Bjs

    Ah, identidade visual é tudo! E como um RP, vc deveria saber que não muda todo dia (cof, cof...rs...)! Tá ótimo o novo layout, stop nas modificações!

    ResponderExcluir
  2. Gostei do texto. Me lembrou sócrates e sua ânsia por conceituar as coisas. Só que o teu texto está mais interessante.

    Valeu!!!

    ResponderExcluir
  3. Show de bola o texto veio.
    Muito D+.

    Parabens pela criatividade!

    ResponderExcluir
  4. Realmente, não pode ser. rs..
    :D

    Adorei esse. ^^

    ResponderExcluir

Top 7