terça-feira, 27 de agosto de 2013

Insigne

Na busca em tornar-me insigne
Tudo o que conquistei foi a insignificância
Transformaram-me em um insignificante
Degenerado, desiludido, desprezado...

O destaque conquistado
Passa como as estações do ano
Em ciclos repetitivos
Em voltas e revoltas

E na busca pela perfeição
A certeza da tristeza
A verdade da desilusão
A busca alquimística pela fórmula
Fórmula perfeita para a morte

Se o começo não foi memorável
Se a vida não foi tão extraordinária
Resta-me planejar a morte
Uma despedida Insigne
Uma morte marcante!



Um comentário:

Top 7