Há gostos e Agosto

Há gostos e gostos!
Agosto chega ao fim!
E setembro pede licença...

Acaba-se o inverno
Começa-se a estação das flores!
Novos amores
Novos aromas
Novos sabores
Novos valores

Abre-se a estação da construção
Constroem-se novas pontes
Estabelece-se novos rumos
Novas metas
Novo mês
Fim de mais uma etapa
Primavera

Vem o quarteto eu me lembro
Embro Embro Embro e Embro
Sete, Oito, Nove e Dez
Fim que parece começo
Não faz diferença
É só a forma como contamos o tempo
Envelhecemos cada dia um dia a mais
Não precisa mudar o mês
Nem mudar o ano... basta passar um segundo!

Fim e Começo, Início e Reinício!
Nova Vida, Vida Nova!

Saudade dos ventos da minha infância que faziam o mês de agosto ser o mês das pipas e linhas, das plumas e folhas sendo carregadas por distâncias infinitas aos olhos de uma criança ingênua! Não se fazem mais agostos do nosso gosto gostoso como se fazia antigamente! Saudade de Agosto!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sentimento Neutro

Eclesiástico: A alegria do coração é a vida do homem