Se Perdendo

Simplesmente se perdeu... Todo o sentimento mais puro e humano que ainda havia em meu ser deixou de existir em pouco menos de cinco minutos, tempo aparentemente curto, um terço dos tão falados quinze minutos de fama, mas apenas 5 minutos foram suficientes para me buscar do mais alto céu e me transladar ao mais profundo dos infernos... Foram suficientes para tirar o sorriso de meus lábios e fazer escorrer sob minha face um salgado líquido ao qual não me atrevo a nomear de lágrimas, pois parecia um rio que anseia pelo mar e não caía em gotas como normalmente se imagina e se vê. Escorria como um corpo em queda livre desamparado por qualquer tipo de resistência.

Eu também não tinha resistência, permanecendo estagnado e ficando e não houve reação...

O que algumas palavras não são capazes de destruir ou construir?

Sorriso no rosto e ausência de lágrimas nos olhos: lágrimas na alma! É pior e mais dolorido...

Não me perdi no espaço físico, perdi-me de mim mesmo em um espaço de tempo irreal em um momento quase ficcional, inexistente e incompreendido, assim como estas linhas, confuso...

Comentários

  1. as palavras tem um poder devastador. e são ainda piores nas "maos" de quem as sabe usar! qm tem esse poder é capaz de destruir praticamente qualquer coisa seja ela física ou emocional! ... será você mais forte do q esse poder? eu acho q sim!

    pena, mas acho q não vou continuar o blog não, pelo menos não aquele. não consegui pensar em mais nada pra escrever sobre rafael, entao, em breve tirarei ele do ar. mas tenho outros dois. um de história tb, bem parecido com o "não há escolha". passa lá http://lazarus-ltda.blogspot.com/

    flws cara
    abraçaum!

    ResponderExcluir
  2. Amo e odeio as palavras.

    E talvez, nesse momento, isso seja tudo o que tenho em mim.

    Beijos...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Sentimento Neutro

Eclesiástico: A alegria do coração é a vida do homem