Mas nem tudo está perdido!

A simplicidade de se estar sorrindo
Faz-nos sempre mais unidos
Falar de amor é fácil
Falar de coisas bonitas é agradável
Só que poemas são somente palavras
Palavras da boca para fora
Rimar não é preciso
Ver
Falar
Cheirar
Ornamentar
Cantar
Orar
Viver
Ta vendo como as coisas são?
Vai tudo bonitinho rimando, rimado, estando...
Rimando com o ar que respiramos
Mas no final não dá
Viver não dá
Falar de verdades
Incomoda
Falar a verdade
É incômodo
Escrever sobre problemas
Incomodante
Falar de violência
É normal, banal e vital para quem comunica
Mas por qual motivo ler um poema que fala da dor?
Que descreve seqüestros
Que relata sofreres e desamores e lágrimas e tristeza e maldade e morte...
Pra isso nem leia, ninguém lê
É só abrir os olhos e ver
ver o mundo
se ver
Tem gente que ainda vê na TV
E diz que não é sério e fala que é normal
Tudo é normal
Estamos esperando o próximo acontecimento
Enquanto a próxima vítima não for agente
[se já não é
Está tudo bem
Está tudo ótimo
Ria do que aconteceu ontem
E chore pelo que vai acontecer amanhã
Pode chorar hoje
Dê-me de presente
Viver o presente
Acontecer
Acontece
As redes tece
Conte
Cante
Fique preso,
Prenda-se e seja feliz atrás de suas grades que te escondem o mundo
que te escondem do mundo
que pra você ainda
é imundo
e então
mude

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sentimento Neutro

Eclesiástico: A alegria do coração é a vida do homem