terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Pra celebrar no fim do ano!

Em sua face um semblante frio
Novamente chegou o fim do ano
E no interior do recinto um vazio
Reina absoluto, soberano

O vazio em teu peito incomoda
O eco do silêncio aflige os ouvidos mais apurados
Mas também incomoda os dispersos e desconectados
Teu coração e alma estão inertes

Final de ano e recomeço de uma nova expectativa
São sempre frustrantes estes sentimentos
Revelam que nada é como deveria ser
E o homem é mal, e vazio, e sem prazer!
Exceto o sofrimento, que para alguns é gostoso!
Principalmente quando quem sofre é o outro!

Fim de ano é tempo de celebrar
Comemorar a falsidade e os impostos
É hora de perdoar e perder o bom senso
É o momento de seguir no contra fluxo do resto da sua vida
Fazer o que os outros querem e esperam
Pra não acabar com as expectativas alheias

Cansado dessa hipocrisia?
Já não suporta mais tudo igual?
Pois é, você e eu não somos diferentes do espelho que o mundo levanta.
O muro não existe mais, mas algo separa
Nossa ignorância e o medo de ser Feliz!

Feliz Natal!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Top 7